Você usa doses altas de suplemento de ômega 3?

 

Há algum tempo, penso sobre algumas condutas relacionadas à suplementação de ômega 3. Muitos atletas e pessoas fisicamente ativas chegam ao consultório com prescrições de altas doses de ômega 3. Quando digo altas doses, refiro-me à ingestão de 10 a 12 gramas de óleo de peixe em cápsula por dia.

Na busca por evidências, afinal toda conduta clínica e nutricional deve ser baseada em evidências, não encontrei doses maiores do que 6g ao dia. Ou, dependendo do peso do indivíduo, encontrei recomendação de 1g a cada 10kg de peso corporal.

Podemos encontrar estudos em diversas modalidades esportivas, desde futebol, ciclismo (tem muitos), exercícios de força e intervalados. Ainda estou me perguntando de onde vieram essas megadoses recomendadas por alguns profissionais.

De todo modo, os principais efeitos associados a exercícios de endurance são a melhora da performance no exercício pela adaptação cardiovascular ao exercício, com efeito do ômega 3 sobre a síntese de óxido nítrico e ação na função endotelial.

Em estudo com ciclistas, doses de apenas 660mg de EPA e 440 mg de DHA – que podem ser facilmente conseguidos com 1 a 2 gramas de óleo de peixe em cápsulas – seriam suficientes para termos esse efeito.

Outros estudos mostram efeitos da suplementação em relação à recuperação do dano muscular causado por sessões intensas de exercício. Nesses casos, doses de 6g de ômega 3 foram suficientes para melhorar a dor muscular após sessão de treino de força em mulheres saudáveis.

Muitas pessoas podem achar, então, que tomar superdoses desse suplemento seja algo benéfico e seguro para todos. Porém, um dos principais efeitos desses ácidos graxos é a sua capacidade anti-inflamatória e, com isso, menor agregação plaquetária e menor capacidade de coagulação.

Isso significa que, se um ciclista desses cair em um trajeto ou trilha, e tiver um grande ferimento ou precisar fazer uma cirurgia, terá um sangramento difícil de ser contido, pois esse também é um efeito do ômega 3.

Em algumas situações, efeito bem-vindo; nessa situação, efeito adverso.document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);

Deixe um comentário