Sobre o ISSN 2016

Pela segunda vez no Brasil e em Brasília, foi realizado o encontro da sociedade internacional de nutrição esportiva. Tive a oportunidade de participar do evento nas duas ocasiões. Mas em 2016 foi especial. Levei um trabalho – parte do meu doutorado – para apresentar na forma de pôster. E esse trabalho foi premiado. Além desse fato, que tornou o evento muito especial para mim, muitos temas atuais da Nutrição foram discutidos. As evidências foram mostradas, estudadas e discutidas. É sobre isso que vou escrever hoje.

Para os atletas, não existe ainda consenso da prática de utilização de dietas com restrição de carboidrato. Todos os trabalhos apresentados tiveram seus resultados avaliados em um período relativamente curto de tempo. Portanto, não há como saber os efeitos a longo prazo, para atletas, desse tipo de dieta sugerida. Já para a redução de peso, ou seja, para aqueles com obesidade e sobrepeso, essa pode ser uma estratégia muito interessante.

Outro tema discutido foi a prática de jejum para a redução de peso e proteção cardiometabólica. Chegamos à mesma conclusão sobre estudos que não fazem acompanhamento a longo prazo. Mas, a reflexão que fiz com outros profissionais sobre isso, seria da importância de tirar esse sujeito do “basal” dele, seja aumentando o número de refeições, que é a prática mais tradicional, ou aumentando o tempo de intervalo entre as refeições.

O importante para o emagrecimento será o balanço de energia negativo e a qualidade dos alimentos ingeridos na sua dieta.