Projeto quarta dimensão promove a última edição do ano com três feras da música instrumental brasiliense

Desde março deste ano o dá novo significado às noites de quarta-feira em Brasília. No Teatro Dulcina de Moraes, bandas da cidade e de várias partes do Brasil celebraram o novo espaço com muita música de qualidade. Para última edição do ano não seria diferente! Na próxima quarta-feira, 21 de dezembro, três grandes instrumentistas da cidade estarão no palco mais democrático da capital em apresentações especiais:

Rodrigo Bezerra
Instrumentista, produtor, compositor e arranjador, Rodrigo Bezerra teve seu primeiro contato com a guitarra aos 12 anos de idade. Dos 16 aos 27, se dedicou a sua formação como instrumentista, se graduando em música pela Universidade de Brasília, e se tornando o primeiro aluno formado do departamento de guitarra elétrica da Escola de Música de Brasília.
http://www.rodrigobezerra.com.br/

Daniel Santiago
Artista reconhecido internacionalmente, violonista, guitarrista, compositor e arranjador Daniel Santiago teve seu primeiro contato com a música aos sete anos de idade, sofrendo influências que vão do Choro ao Jazz, da MPB à música erudita. Aos dezenove anos, junto com o Bandolinista Hamilton de Holanda e o violonista Rogério Caetano fundam o Brasília Brasil Trio. Em 2001 lançam Abre Alas (Velas) e no mesmo ano Daniel é semifinalista do prêmio VISA instrumentista.
https://www.facebook.com/Daniel-Santiago-289242849131/

Pedro Martins
O instrumentista Pedro Martins aos 11 anos formou sua primeira banda, o Fator RH, com músicas de rock. Aos 13, participou de seu primeiro festival de jazz, no Teatro da Caixa, com Hermeto Pascoal, um de seus ídolos. Aos 18, lançou seu primeiro disco, “Sonhando alto”, com nove faixas – o álbum foi gravado no Rio de Janeiro e lançado em grande estilo na sala Cássia Eller, da Funarte, em Brasília. Já dividiu o palco com Milton Nascimento, foi guitarrista e violonista da banda de Ellen Oléria, tocou com o brasiliense Hamilton de Holanda e viajou em turnê com o Teatro Mágico. O brasiliense Pedro Martins foi premiado na 49ª edição do tradicional Montreux Jazz Festival, na Suíça. O músico é vencedor na competição Socar Guitar Competition, favorito do júri e do público.
https://www.facebook.com/pedrofrh/?fref=ts

 

O projeto
O Quarta Dimensão é um festival semanal realizado todas as quartas-feiras no Teatro Dulcina. O evento adota a proposta do Quanto Vale o Show, ou seja, o público escolhe quanto vai pagar para assistir as apresentações, com apenas uma nota, de R$5, 10, 20, 50 ou 100. Quem ficar mais satisfeito do que imaginava pode complementar o valor pago depois de assistir aos shows, voltando à bilheteria para uma nova contribuição.
Os recursos arrecadados são usados para a revitalização do Complexo Cultural Dulcina de Moraes (CCDM) e do Setor de Diversões Sul (SDS). O projeto trabalha com vistas à constante sensibilização das pessoas quanto à importância do apoio individual na escolha do valor a ser pago como ingresso.

Ocupação cultural
As noites do Quarta Dimensão integram as atividades do Movimento Dulcina Vive, que tem como objetivo reforçar a identidade do local como polo criativo integrador e comunitário, e centro de circulação cultural e social. Graças ao projeto, que começou em 2 de março deste ano, já passaram pelo palco do Teatro Dulcina mais de 80 artistas e bandas, como o multiinstrumentista alemão Konrad Kuechenmeister, o trio Muntchako, Esdras Nogueira, saxofonista do Móveis Coloniais de Acaju, Cae Maia, Renato Matos, Camarones Orquestra Guitarrística (RN), The EgoRaptors, Movni, Guilherme Cobelo, Rios Voadores, Fellipe Soljah, Jacob Bruno, Cacai Nunes, Batidão Sonoro S/A, Quadrilha Intelectual, Consuelo, Lista de Lily, Mup Live, Almirante Shiva, Joe Silhueta e Alberto Salgado.
O Teatro Dulcina se consolida, com o festival, como um espaço permanente para bandas independentes, devido a proposta de valorizar artistas que desenvolvem trabalhos autorais no Distrito Federal, além de convidados de outras regiões e países. As apresentações começam às 22h, sempre após o término das aulas da Faculdade de Artes Dulcina de Moraes

 

SERVIÇO

Quarta Dimensão
Quarta-feira (21), a partir das 21h
Ingressos a partir de R$ 5 (Cada um escolhe pagar R$ 5, 10, 20, 50 ou 100)
Teatro Dulcina de Moraes – CONIC
Informações pelo telefone (61) 8417-6112

Fonte:

Deixe um comentário