Projeto Arte|Fato: RAP Ceilandense é a atração desta terça-feira (4)

O RAP ceilandense será a atração desta terça-feira (4) do Projeto Arte/Fato, iniciativa do Sindicato dos Bancários de Brasília para acolhimento das atividades culturais durante a pandemia da covid-19. Os eventos quinzenais, sempre às terças-feiras, às 19h, são transmitidos ao vivo pelo canal da entidade no YouTube.

Os artistas de Ceilândia que subirão ao palco do Arte|Fato fazem da música instrumento de luta contra desigualdades e pelas causas sociais. A primeira atração são os Sobreviventes da Rua, com músicas que mostram a realidade nas periferias urbanas. Eles discutem maus tratos, preconceito racial e de classe, drogas, conscientização política e o descaso dos governantes.

Os Sobreviventes da Rua, com músicas que mostram a realidade nas periferias urbanas.

Em seguida, se apresentará Realleza, que é rapper, cantora, compositora e bacharel em Direito. De ascendência brasileira e moçambicana, sua música traz a cultura que cruzou os mares e pulsa com força na periferia do DF. Ela tem voz grave e potente, e performance que investe na dança e privilegia o emponderamento negro e feminino. Com uma década de carreira, Realleza lançou seu EP de estreia, “Afrontosa”, em 2020.

Realleza é rapper, cantora, compositora e bacharel em Direito.

Solidariedade – Desde a primeira edição do projeto – que inclui em sua programação shows musicais, performances cênicas, poéticas, literatura e muito mais – já se apresentaram Alessandra Terribili, Chinelo de Couro, Cangaceiros do Cerrado, Lucélia Santos, Miqueias Paz, Noélia Ribeiro, Som de Papel, Thabata Lorena, Vanderley Costa, Virgílio Mota, Quarteto Zimbatera, Rene Bonfim e Cleyson Batah. Todas as edições podem ser assistidas pelo www.youtube.com/user/bancariosbsb.

Com a promoção desta série cultural, o Sindicato dos Bancários de Brasília busca atenuar os níveis de estresse emocional, causado pelo confinamento, e estimular o pensamento crítico por meio da arte. A iniciativa consiste, inclusive, em uma ação de solidariedade e de geração emprego e renda para o setor cultural do DF em toda a sua amplitude, que envolve artistas, técnicos, comunicadores e assistentes. Todos os profissionais envolvidos são remunerados.

O projeto também convida a comunidade a se engajar na campanha “Quem tem Fome, Tem Pressa!”, do Comitê de Solidariedade Bancária de Combate ao Coronavírus, com doações. Desde maio do ano passado, a iniciativa presta solidariedade e socorro emergencial que possibilite a enfrentar a insegurança alimentar por meio de auxílio a catadores de materiais recicláveis, pessoas em situação de rua, mulheres vítimas de violência, quilombolas, pessoas LGBTQIAP+, bem como abrigos para a terceira idade, creches e categorias profissionais impactadas pela covid-19, como é a situação da classe artística.

Serviço:

Projeto: Arte|Fato, 5ª Edição

Data: Dia 4 de maio, terça-feira, às 19h

Transmissão gratuita: www.youtube.com/user/bancariosbsb

Classificação indicativa: Livre para todos os públicos

Deixe um comentário