‘Portal do Voluntariado’ abre vagas para trabalho na Olimpíada no DF

O governo do Distrito Federal lançou nesta terça-feira (21) o “Portal do Voluntariado”, para cadastrar moradores do DF interessados em realizar trabalho não remunerado em ações sociais. No site, o cidadão deve fazer um cadastro e escolher entre as áreas de preferência de atividades e horário de disponibilidade. As oportunidades não prevem salário nem vínculo de emprego.

A ideia do governo é que empresas interessadas divulguem vagas e áreas de necessidade no portal. Os principais projetos inscritos até esta terça (21) eram para voluntariado na Olimpíada 2016 e no programa Embaixadores do Turismo. O serviço tem prazo de um ano, podendo ser renovado por mais dois.

Para se cadastrar, é preciso clicar nos ícones “Seja um Voluntário” ou “Cadastre-se”, que aparecem na página inicial do portal. O interessado será redirecionado para um cadastro onde deve preencher informações pessoais, como nome completo, endereço, email, telefone para contato, CPF e nível de escolaridade.

Página de cadastro do Portal do Voluntariado (Foto: Reprodução/GDF)
Página de cadastro do Portal do Voluntariado (Foto: Reprodução/GDF)

O candidato deve informar a disponibilidade de dias da semana e turnos em que pode trabalhar como voluntário. Os períodos serão divididos em manhã, de 6h às 12h; tarde, das 12h às 18h; e noite, das 18h à meia-noite.

O internauta deve preencher a área em que deseja atuar. Estão entre as opções de trabalho: acessibilidade; agricultura; assistência social; ciência e tecnologia; comunicação social; cultura; defesa social e jurídica; desenvolvimento social; desenvolvimento sustentável; direitos humanos; economia solidária; educação; empreendedorismo; esporte; igualdade racial; justiça e cidadania; meio ambiente; mobilidade; planejamento e gestão; recreação e lazer; saúde; segurança alimentar e nutricional; e urbanismo e arquitetura.

O interessado precisa selecionar também o público alvo com que vai trabalhar: adultos; comunidade; criança e adolescente; dependentes químicos; idosos; juventude; mulheres; pessoas com câncer; pessoas com deficiência; e pessoas com doenças raras. O interessado poderá marcar quantas opções desejar. A partir do cadastro da população, o sistema irá combinar as informações e indicar possíveis atividades para o voluntário.

O site tem uma contagem de voluntários inscritos, projetos e ações, o número de benficiados e as vagas abertas. Até as 18h desta terça, 508 voluntários tinham se inscrito em 17 projetos e ações. Estão abertas 2.040 oportunidades de trabalho, com potencial para beneficiar quase 9,5 mil pessoas.

As empresas interessadas em se cadastrar devem preencher uma ficha com razão social, CNPJ, endereço, telefone, email e site da entidade.

 


Operação Lote Fácil prende 19 por golpe da casa própria


Câmara debate quantidade de Uber no DF e vota 2º turno da lei nesta quinta


Policiais civis e militares e bombeiros pressionam governo por reajuste


Fonte:

Deixe um comentário