Pazuello comunica que não vai depor na CPI da Covid

O ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello comunicou que não vai comparecer presencialmente ao seu depoimento na CPI da Covid, marcado para quarta-feira (5). De acordo com o vice-presidente do colegiado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), a alegação de Pazuello foi um contato com pessoas que testaram positivo para a Covid-19 e, por isso, a impossibilidade de estar presencialmente na comissão.

O general é visto como um dos principais alvos da CPI da Covid. O relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou que os trabalhos não seriam adiados e que faria “mais ou menos” cinco perguntas para o ex-ministro. O jornal O GLOBO revelou que, temendo o depoimento do ex-ministro da Saúde, o Palácio do Planalto está treinando Pazuello desde sábado para a reunião com os senadores.

Em outubro do ano passado, o general anunciou que foi infectado pela Covid-19 e chegou a ser internado no Hospital das Forças Armada (HFA), em Brasília.

Deixe um comentário