Passagens de ônibus e metrô mais caras em 2017

Quem depende dos serviços de transporte públicos do DF já podem ir preparando os bolsos. As tarifas do ônibus e metrô serão reajustadas ainda no primeiro dia de 2017, segunda-feira (2). As passagens do metrô e do ônibus que fazem viagens de longa distância vão de R$ 4 para R$ 5, as linhas circulares internas aumentarão 25 centavos, de R$ 2,25 para R$ 2,50. As linhas de ligações curtas aumentarão 50 centavos, de R$ 3 para R$ 3,50.

 

O anúncio foi feito nesta sexta-feira (30) pela Secretaria de Mobilidade que afirma que o reajuste é necessário para acompanhar a elevação de custos do sistema, manter as gratuidades para estudantes e pessoas com deficiência e compensar os quase dez anos de congelamento das tarifas, enquanto outros índices cresciam.

 

O secretário de Mobilidade, Fábio Damasceno, enfatiza os aspectos social e financeiro da medida. “O reajuste vem para garantir o nível de gratuidade no sistema, não interferir na parte social, e ajudar no reequilíbrio das contas do governo, pois o subsídio é muito além do que temos disponibilidade de pagar”, explica.

 

Histórico de aumento no DF

No governo de Rodrigo Rollemberg é a segunda vez que as tarifas do transporte público são reajustadas. O primeiro aconteceu em setembro de 2015 quando as passagens de ônibus dobraram de valor, foi de R$ 1,50 a R$ 3 e as do metrô passou a ser R$ 4. A medida, segundo o governo, reduziu em 23% o complemento tarifário (diferença entre o preço real da passagem e o repassado ao usuário), quantia bancada pelos cofres públicos. Ainda assim, o Estado gastou cerca de R$ 600 milhões em 2016 com o subsídio ao transporte público.

Fonte:

Deixe um comentário