Partido NOVO lança pré-candidato ao GDF

Paulo Roque (senador), Alexandre Guerra (governador) e João Amoedo (presidente). Foto: Sandro Araújo/Tripé Imagem
João Amoêdo. Foto: Júlio Pontes/Brasília Capital
Novo abriu pro Foto: Sandro Araújo/Tripé Imagem
navigate_before
navigate_next
Em evento com mais de mil pessoas, segundo os organizadores, na noite desta terça-feira (12/12), Alexandre Guerra foi apresentado pelo NOVO como o pré-candidato ao Governo do Distrito Federal nas eleições de 2018. Em seu discurso para militantes e apoiadores, Guerra ressaltou que como próximo governador do DF trabalhará como gestor focado no tripé saúde, educação e segurança pública. “Queremos fazer uma política de maneira diferente, que faça diferença na vida das pessoas“, disse Guerra.

Alexandre Guerra é herdeiro da rede de restaurantes Giraffas. Foto: Júlio Pontes / Brasília Capital
Presente também no evento estava o pré-candidato à Presidência da República pelo NOVO, João Amoêdo, que destacou a importância do partido em lançar Alexandre Guerra como candidato ao Executivo do GDF. “Montamos o NOVO para melhorar a vida das pessoas, de forma autêntica e nova. Quem vai fazer a diferença são as pessoas, pessoas como o Alexandre “, afirmou Amoêdo.
Foram apresentados também o advogado Paulo Roque como nome para concorrer ao Senado Federal, seis candidatos para a Câmara dos Deputados e 13 para a Câmara Legislativa do DF. Essa é a primeira lista de 21 brasilienses selecionados pelo NOVO para formar a chapa do partido nas eleições de 2018 no DF.
A “peneira” dos candidatos como definiu o presidente do NOVO – DF, Edvard Corrêa, é parte importante porque “o processo seletivo é o nosso grande diferencial porque nós não temos ficha suja”. Essa seleção de postulantes procura trazer para o partido servidores públicos, militares, empresários e brasilienses comprometidos com as diretrizes de construção social baseada em gestão eficiente dos bens públicos e sem histórico de corrupção.
Alexandre Guerra utilizará de sua carreira de gestor na campanha
Alexandre Guerra concedeu entrevista exclusiva ao Brasília Capital:
BC – Alexandre, qual a importância de um partido independente para a eleição 2018?
A gente quer fazer um projeto novo, nosso projeto é de mudança. A mudança começa nesse jogo político eleitoral e partidário. O NOVO não aceita recurso público para financiamento de campanha. O NOVO faz processo seletivo para os seus candidatos. Tivemos 100 pessoas participando do processo e hoje apresentamos 22 que passaram por quatro etapas e são pré-candidatas hoje. O NOVO faz muitas exigências à coligações. Coligações com base em dinheiro, troca de cargos e que gerem ineficácia do Estado no futuro não serão feitas pelo partido. O NOVO é a mudança. É o partido que consegue entregar isso de forma genuína.
BC – Qual a importância dos grandes empresários no partido já que não utilizam de recursos públicos para financiar campanhas?
O financiamento vem das pessoas, não dos empresários. As pessoas que irão comprar esta ideia. Estamos neste evento com quase mil pessoas que acreditam neste movimento. É em cima da crença de muitas pessoas que vamos financiar nosso partido. O NOVO não aceita dinheiro público e é financiado pelos quase 15 mil filiados. É assim que vai ser no processo eleitoral.
BC – O NOVO não vai fazer coligações. O senhor acredita que as candidaturas majoritárias são viáveis assim mesmo?
São viáveis. A sociedade quer mudança. A sociedade quer uma proposta diferente, uma proposta nova. O NOVO não está só nas pessoas e sim no movimento, na plataforma. O partido é a única plataforma de efetiva mudança que existe no Brasil. É por isso que temos sim grande chance de sucesso em 2018.
Fonte:

Deixe um comentário