Para o PT, “Dilma não pode mais ser refém de Cunha”

O PT avalia que é um erro o partido e o governo continuarem reféns do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). É o que afirma o colunista Kennedy Alencar. O peemedebista ameaça aceitar pedido de abertura de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff se petistas não o protegerem no Conselho de Ética.

“Essa percepção do PT é a razão para o presidente do partido, Rui Falcão, ter orientado os deputados federais com assento no conselho a votar contra Cunha. Falcão se manifestou nesse sentido numa rede social”, diz.

“Se o peemedebista se safar no conselho, haveria recurso ao plenário da Câmara. Surgiria, então, outra chantagem…”, acrescenta. Segundo ele, na condição de refém, o governo fica paralisado politicamente.


Leia mais:


Cortes ameaçam viagem de Dilma à posse de Macri


Filho de Cerveró diz que advogado lhe entregou R$ 50 mil em nome de Delcídio


Empresários do cartel dos postos de gasolina do DF são soltos


 

Fonte:

Deixe um comentário