Obras no aeroporto de Brasília serão concluídas em maio

O Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek está com 78% das obras concluídas. A informação foi confirmada depois de visita técnica do secretário de Turismo, Luis Otávio Neves, e do secretário Extraordinário da Copa, Cláudio Monteiro, ao local. A expectativa é que 21 milhões de passageiros sejam atendidos por ano, um aumento de 21,4% em relação ao público atual.

 

Entre as obras em andamento está a construção dos píeres Norte e Sul, que ampliam os números de pontes de embarque de 13 para 28. O consórcio Inframérica, responsável pela administração do aeroporto, informou que essa parte está prevista para ser entregue em maio deste ano. Os testes operacionais começam em março, e, até abril, o Píer Sul começa efetivamente a operar com 11 novas pontes de desembarque.

 

“Se hoje o aeroporto já é hub (ponto de concentração de voos) natural, com a ampliação para 28 pontos de embarques ele se torna atrativo para as empresas trazerem mais negócios. Isso gera emprego e renda e consolida Brasília como um polo turístico e está alinhada com as Políticas de Turismo”, avaliou o secretário de Turismo.

 

Também estão em progresso a ampliação dos terminais 1 e 2 e do pátio de aeronaves e as obras de duplicação do viaduto que dá acesso ao piso de embarque. Serão construídos, ainda, 12 balcões de check-in, canal de controle de inspeção de embarque doméstico e ampliadas as salas de desembarques doméstico e internacional com substituição de esteiras.

 

Além da comodidade no embarque e desembarque, os usuários do transporte aéreo contarão com 81 pontos comerciais distribuídos pelo aeroporto. Também houve aumento no número de vagas no estacionamento de 1.284 para 3 mil vagas.

 

No ano passado, em pesquisa na internet, a Central de Atendimento ao Turista (CAT) do Aeroporto JK recebeu o prêmio de melhor apoio concedido pela Secretaria de Aviação Civil (SAC) e Instituto Brasileiro de Turismo. A central também recebeu menção honrosa da administração do aeroporto por colaborar na recepção dos turistas.

 

Veja alguns dos espaços previstos no projeto:

 

• Sala VIP: área de 1,8 mil m² que contará com serviços de business center, salas de reuniões, local para crianças, serviços de spa e atendimento personalizado, seis cabines individuais para assistir à televisão, poltronas confortáveis e dois minicinemas para grupos maiores de pessoas.

 

•Miniestádio de futebol: arena de 500 m², inspirada no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Local ofertará gastronomia e entretenimento, com direito a museu do futebol e espaço de jogos.

 

•Red Lobster: restaurante da rede americana de frutos do mar com área total de 500 m² e vista panorâmica.

 

•Dufry: Primeira loja de departamentos do país exclusivamente para voos domésticos em área de 1.600m², além de 1.069m² para embarque e desembarque de voos internacionais.

 

•Hudson News: oferece completa seleção de materiais de leitura, com livros, jornais e revistas, além de itens de conveniência como doces, bebidas, bolachas, salgadinhos, souvenir de viagem, opções de presentes regionais e outros. Serão quatro lojas.

Fonte:

Deixe um comentário