Nelson Teich deixa o Ministério da Saúde

O ministro da Saúde, Nelson Teich, durante a coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, sobre as ações de enfrentamento no combate ao coronavírus. Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu exoneração do cargo na manhã desta sexta-feira (15). Uma coletiva de imprensa será marcada nesta tarde para esclarecer os motivos. Nos últimos dias, o ministro e o presidente Jair Bolsonaro discordaram de temas como uso da cloroquina e medidas de isolamento.

Essa é a segunda saída de um ministro da Saúde em meio à pandemia do coronavírus (Covid-19). Teich tomou posse em 17 de abril, e não chegou a completar um mês a frente do ministério. Ele havia substituído Luiz Henrique Mandetta.

O desentendimento entre Teich e Bolsonaro começou sobre o uso da cloroquina no tratamento da covid-19, mas se estendeu quando o presidente ampliou, por meio de um decreto, as atividades essenciais no período da pandemia e incluiu salões de beleza, barbearia e academias de ginástica.

Deixe um comentário