Municípios do Piauí recebem equipamentos do PAC 2

Mais de 120 municípios piauienses receberão, nesta sexta-feira (31), equipamentos por meio da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Serão entregues 32 pás carregadeiras, 42 caminhões-pipa e 59 caminhões-caçamba a 125 prefeitos. Com a doação dos 133 equipamentos, 90% das máquinas destinadas ao estado terão sido entregues.

O governo federal investiu mais de R$ 35 milhões para promover a infraestrutura dos municípios piauienses. A ação vai beneficiar cerca de 650 mil camponeses, sendo mais de 130 mil famílias de agricultores familiares. Após a entrega, quase 900 equipamentos terão sido doados a 222 municípios piauienses, totalizando um investimento superior a R$ 235 milhões.

Segundo o delegado do MDA no Piauí, Pedro Calisto, os equipamentos suprem várias dificuldades encontradas pelos municípios. “As prefeituras não podem comprar esses equipamentos, talvez nem 10% dos municípios do estado tenham esse poder aquisitivo. Então, as máquinas cumprem papel fundamental na reestruturação das estradas, na distribuição de água, bem como atenderem a demanda dos municípios com menos verba”, avalia Calisto.

Pedro destaca que os benefícios assegurados pelas máquinas vão além do auxílio aos agricultores familiares. “É bom ressaltar que as máquinas trabalham para toda a população do município, não só para os moradores da zona rural. Claro que os moradores do campo usufruem mais dos benefícios, pois escoam melhor a produção e se locomovem mais facilmente para as cidades”, adianta.

Redução de gastos

Um dos municípios beneficiados com a iniciativa é Cabeceiras do Piauí, que receberá o quinto equipamento. O prefeito José Joaquim de Sousa Carvalho, conhecido como Dr. Joaquim, comemora o recebimento do caminhão-caçamba. “Eu já recebi as outras máquinas e elas estão trabalhando todos os dias, mas a caçamba será muito importante. Eu estava alugando um caminhão para complementar o trabalho de revitalização das estradas e da abertura de açudes”, afirma.

Joaquim conta que o município gastava mais de R$ 7 mil por mês alugando caminhões-caçamba. Além disso, antes de receber os outros equipamentos – uma retroescavadeira, uma motoniveladora, uma pá carregadeira e um caminhão-pipa – a prefeitura pagava quase R$ 100 mil mensais com as locações. “Se não tivéssemos o kit de equipamentos, não teria como fazer os serviços que estamos fazendo. A iniciativa permite colocar o dinheiro que era gasto nas máquinas em outras necessidades do município”, diz o prefeito.

Até o fim do primeiro semestre de 2014, o Piauí receberá 1.068 equipamentos, que vão favorecer mais de um milhão de pessoas – entre eles quase 215 mil famílias de agricultores.

Fonte:

Deixe um comentário