Moradores de Águas Claras boicotam pizzaria

Após decisão da administração regional de Águas Claras de alterar o horário de funcionamento de restaurantes, bares, boates, casas de festa e demais estabelecimentos de entretenimento na cidade, moradores começam a boicotar a Quattro Pizzaria, cujo proprietário é o atual administrador, Ney Robsthon.

A medida publicada no Diário Oficial do Distrito Federal de quinta-feira (7) gerou polêmica e burburinho no grupo de moradores de Águas Claras no Facebook, a AMAAC. Veja imagens:

Para Marcelo Marques, diretor de comunicação da Associação de Moradores de Águas Claras, a medida pegou a todos de surpresa. “Visto que nunca tivemos reclamações mais graves a respeito dos bares da cidade a exemplo do que já ocorreu em outras RAs, onde ocorriam várias casos de violência devido ao horário de funcionamento de seus bares. Se há excessos o certo a fazer é acionar o órgão competente para que se realize uma fiscalização e faça com que os estabelecimentos se adequem às normas vigentes”. Para Marcelo, Águas Claras se destaca como um pólo gastronômico apreciado por todos o Distrito Federal e tal medida pode por terminar fazendo com que várias casas fechem. “Isso acaba inibindo que novos empresários venham se instalar na cidade. Repito, é necessário que a Agefis faça sua parte ao invés de se utilizar deste meio”, concluiu.

De acordo com o texto, os estabelecimentos estão liberados a funcionar de domingo a quinta-feira, das 8h à meia-noite. Nas sextas-feiras, sábados e vésperas de feriados, o horário pode ser ampliado até às 2h do dia seguinte.

Desde que assumiu, o administrador sofre acusações, inclusive de não ser morador da região. Em fevereiro, ele foi acusado de coagir comerciantes e quiosqueiros na cidade. Leia.

Deixe um comentário