Mobilização multifacetada

Na área da saúde, entre os médicos, as articulações para apoio nas eleições tentam superar barreiras partidárias e até as fronteiras entre as unidades da federação. A Frente Parlamentar da Medicina (FPMed) no Congresso Nacional e o Instituto Brasil de Medicina (IBDM) incentivam as candidaturas de médicos em todo o país.
O Instituto incentiva as candidaturas de médicos em todo o país, com especial foco no Legislativo. A meta é aumentar a participação dos profissionais da medicina nas definições políticas que moldam a dinâmica do segmento da saúde e a atividade médica no Brasil, desde a formação.
“Hoje, consideradas as profissões, os médicos são a segunda maior bancada do Congresso Nacional, mas não existe articulação como ocorre, por exemplo, entre os parlamentares oriundos do segmento da segurança pública e do agronegócio”, aponta o médico pré-candidato a deputado distrital, Dr. Gutemberg, recém-licenciado da presidência do Sindicato dos Médicos do DF, entidade que é sócia fundadora do IBDM.
“Muitas vezes as definições do Legislativo na área da saúde são equivocadas ou caem no vazio por falta de conhecimento técnico e da vivência. Acreditamos que podemos contribuir para o processo legislativo levando os pontos de vistas e experiência de quem atua no chão da fábrica da saúde e não só em gabinetes”, enfatiza Dr. Gutemberg.
Para mobilizar a classe médica a se engajar no propósito, o Instituto Brasil de Medicina conta com medalhões da categoria no Parlamento, entre eles os deputados Mandetta (DEM-MS) e Hiran Gonçalves (PP-RR) e o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO).
Fonte:

Deixe um comentário