Ministra lança campanha contra exploração sexual

A Ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República(SDH/PR), participa nesta quinta-feira (13), em Brasília, do lançamento da Campanha de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes durante o carnaval, promovida em parceria com o Ministério do Turismo. A solenidade de lançamento da campanha será às 10h, no Terminal Interestadual Rodoviário.

Com foco nos pontos de grande circulação de pessoas – como portos, aeroportos, rodoviárias, hotéis e nos próprios circuitos de carnaval (sambódromos, blocos e camarotes) -, a campanha consiste na distribuição de materiais informativos que possuem o intuito de conscientizar a população sobre a necessidade de estar atento, prevenir e denunciar possíveis violações aos direitos de crianças e adolescentes. Além do abuso e exploração sexual, os organizadores pretendem alertar para outros tipos de violência, como o trabalho infantil.

Com a chamada “Proteja Brasil”, estará presente em festas carnavalescas de todo o País, com maior mobilização em cinco centros carnavalesco: Rio de Janeiro, Salvador, Recife, São Paulo e Porto Alegre, além de Brasília. A campanha é uma ação continuada que visa a promoção e defesa dos direitos de crianças e adolescentes. Representada por um trio de “macaquinhos”, que estimula a proteção e a denúncia de crimes contra crianças e adolescentes, a campanha já se tornou tradicional. Para o Carnaval especificamente, as personagens ganharam fantasias alusivas ao período.

Nos últimos três anos (2011-2013), a Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), responsável pelo Disque 100, recebeu 336,2 mil denúncias de violações de direitos de crianças e adolescentes. O Disque 100 atende também a denúncias de violações de direitos de pessoas idosas, pessoas com deficiência, LGBT, pessoas em situação de rua e outros segmentos vulneráveis, como quilombolas, ciganos, índios, pessoas em privação de liberdade.

Fonte:

Deixe um comentário