Mil novos PMs atuarão no DF a partir da Copa do Mundo

A segurança do brasiliense será reforçada, a partir da Copa do Mundo, quando estarão nas ruas 1.059 soldados da Polícia Militar, que participaram, na segunda-feira (7), da aula inaugural do curso de formação. Os novos militares foram aprovados no último concurso, em 2012, e endossam a marca de quase 5 mil novos profissionais contratados na gestão Agnelo Queiroz para atuarem na Segurança Pública.

 

“O curso de formação começou em 17 de março, mas, somente agora, depois que são oferecidas as instruções básicas para que eles tenham noção do que significam as atividades militares, podemos reunir todos e fazer a aula inaugural. Na Copa apresentaremos à sociedade policiais com grande nível de escolaridade, já que todos têm graduação, e será um exemplo para a nossa sociedade e para o Brasil”, frisou o secretário-chefe da Casa Militar, coronel Rogério Leão.

 

O curso oferecido aos policiais tem duração de seis meses e a carga horária se aproxima de 1,5 mil horas, fato que capacita o servidor a atuar no policiamento básico e o possibilita ingressar em cursos de áreas de atuação específicas dentro da instituição.

 

Segundo o comando da Polícia Militar, estão em formação 872 homens e 187 mulheres, que, depois de formados, se juntarão a um efetivo de mais de 15 mil praças e oficiais que integram a corporação.

 

“O ingresso desses novos policiais tem um impacto enorme. Isso contribui substancialmente para a Polícia Militar poder aumentar ainda mais a capacidade de prestar o serviço à população, que é a quem nós devemos nossa dedicação e empenho”, complementou o comandante da Academia de Polícia Militar de Brasília, coronel Nelson Garcia.

 

PROCESSO DE FORMAÇÃO – Os novos militares já tiveram aulas de fundamentos históricos, legislação e regulamentos, e outras disciplinas voltadas à formação básica do policial. A partir desta aula inaugural, eles avançarão no conhecimento de matérias técnicas que os habilitará para atuarem já na época do Mundial de Futebol.

 

De acordo com o coronel Leão, secretário-chefe da Casa Militar, outros 800 aprovados em concurso público deverão ser convocados, no mês de setembro, para entrarem na corporação.

Fonte:

Deixe um comentário