Meninos já podem ser vacinados contra HPV no SUS

Enfermeira administra vacina em adolescente; a partir de agora, meninos de 12 a 13 poderão receber vacina de HPV pelo SUS   (Foto: CDC/Judy Schmidt)

Meninos de 12 e 13 anos podem receber a vacina contra o vírus HPV pelo Sistema Único de Saúde (SUS). As vacinas podem ser aplicadas em postos de saúde de todo o país, segundo o Ministério da Saúde. A decisão, que foi anunciada em outubro de 2016, mas entrou em vigor só agora, janeiro de 2017.

Pesquisas mostram que a inclusão dos meninos como receptores da vacina contribui para a diminuição do câncer de colo de útero e vulva das mulheres. O benefício acontece porque a circulação do vírus entre a população diminui. Além disso, os garotos ficarão mais protegidos, evitando, assim, câncer de pênis, garganta, ânus e verrugas genitais. A expectativa é que até 2020 sejam incluídos, também, os meninos de nove a 13 anos.  

O Brasil é o sétimo país do mundo a incluir os meninos nos receptores da vacina de HPV. Estados Unidos, Austrália, Áustria, Israel, Porto Rico e Panamá foram os primeiros a incluir essa estratégia na saúde pública.

Outra alteração é que meninas que tenham 14 anos e que não foram vacinadas poderão receber as vacinas neste ano. A vacinação também será estendida a homens que vivem com HIV entre 9 e 26 anos. Antes, só as mulheres com HIV desta faixa etária podiam se vacinar gratuitamente. No caso desse público, o esquema vacinal é de três doses.