Lojas terão horários diferentes em dia de jogos do Brasil

Nos dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo da Rússia, que começa nesta quinta-feira (14) e termina em 15 de julho, os horários de funcionamento das lojas de rua e de shoppings do Distrito Federal sofrerão mudanças. No domingo (17), quando o Brasil enfrenta a Suíça, às 15h (horário de Brasília), as lojas de shoppings não abrirão e as de rua funcionarão apenas até as 14h.

Na sexta-feira (22), dia do jogo Brasil x Costa Rica, às 9h, as lojas de shoppings e de rua abrirão depois das 12h. No dia 27, quarta-feira, Brasil x Sérvia se enfrentarão às 15h. Lojas de shoppings abrirão até as 14h30 e reiniciarão suas atividades normais às 17h30, depois da partida. O comércio de rua funcionará até as 14h30 e o retorno às atividades às 17h30 será definido pelas empresas.

É o que determina Convenção Coletiva de Trabalho assinada pelos presidentes do Sindivarejista – Sindicato do Comércio Varejista do DF-, Edson de Castro, e do Sindicato dos Empregados no Comércio, Geralda Godinho.

 

Fases seguintes – Para as fases seguintes do Mundial, quando o Brasil jogar às 9h, as lojas de shoppings e de rua abrirão após as 12h. No caso de jogos às 11h, lojas de shoppings e de rua suspenderão suas atividades às 10h30 para reiniciá-las depois das 13h30.Quando um jogo do Brasil for às 15h, lojas de shoppings e de rua suspenderão suas atividades às 14h30 para reiniciá-las após as 17h30.

Jogos aos domingos – Ficou acertado pelos dois sindicatos que, caso a Seleção Brasileira venha a jogar num domingo nas fases de oitavas de final, quartas de final, semifinal e final, serão observados os seguintes horários: se a partida for às 9h, lojas de shoppings e de rua abrirão depois das 12h. Se o jogo do Brasil começar às 11h, lojas de shoppings funcionarão a partir das 14h. Já as lojas de rua suspenderão as atividades às 10h30 para reiniciá-las às 13h30.

Se o jogo do Brasil for às 12h, as lojas de shoppings funcionarão depois das 15h. Já as de rua suspenderão suas atividades às 11h30 podendo reiniciá-las às 15h30. No dia em que o Brasil jogar às 15h os empregados de lojas de shoppings serão dispensados do trabalho. Os do comércio de rua serão liberados a partir das 14h30, sendo que o retorno às 17h30 será decidido pela empresa.

Os dois sindicatos definiram que as horas não trabalhadas nos dias de jogos do Brasil podem ser compensadas com o trabalho normal em outro dia da semana, exceto aos domingos.

Todas as informações estão disponíveis no site do Sindivarejista.

 

 

Vendas devem crescer 4%

Édson de Castro, presidente do Sindivarejista. Foto: Antonio Sabino

As vendas de produtos relacionados com a Copa do Mundo devem crescer 4% no comércio do Distrito Federal, avalia o presidente do Sindivarejista, Edson de Castro. É basicamente o mesmo percentual da Copa de 2014, realizada no Brasil.

Camisetas, blusas, bandeiras, bandeirolas, apitos, bolas e calções nas cores verde e amarela são os produtos mais procurados. Na 306 Sul, o armarinho Milano expõe bandeiras das principais seleções que disputarão a Copa do Mundo. Já o armarinho Alinhavando, na C-8, em Taguatinga Centro, oferece, além de bandeiras, produtos para decoração dos ambientes, como forros e toalhas.

O presidente do Sindivarejista disse, ainda, que a greve dos caminhoneiros atrasou encomendas que as lojas fizeram às fábricas. Mas explicou que o problema já foi normalizado.“Agora, resta torcer para o Brasil vencer o Mundial da Rússia na grande final do dia 15 de julho”, encerrou.

Fonte:

Deixe um comentário