Lixão da Estrutural: um caso mal resolvido

Fechado desde o início do ano, com festa e cobertura da imprensa, o Lixão da Estrutural está longe de ter sido solucionado, seja do ponto de vista social – com a inserção da totalidade dos catadores em outras atividades comerciais – seja do ponto de vista ambiental. Seis mil toneladas de resíduos sólidos ainda são ali despejados, sem uma triagem e aproveitamento das matérias primas para reciclagem. Enquanto não sai a coleta seletiva, o lixo do Distrito Federal passeia dos quatros cantos do DF até chegar ao aterro de Samambaia e, na Estrutural, catadores ainda se arriscam nas caçambas dos caminhões garimpando o sustento do dia-a-dia.

 

Veja o vídeo:

Fonte:

Deixe um comentário