Índice de desemprego cai no Distrito Federal

De fevereiro de 2017 até o mesmo mês deste ano, o desemprego no Distrito Federal diminuiu de 20% para 18,2% em relação à população economicamente ativa. Os dados são da Pesquisa de Emprego e Desemprego no DF, divulgada na manhã desta quarta-feira (28), pela Companhia de Planejamento do DF (Codeplan).

Segundo o levantamento, a queda ocorreu devido a um aumento de número de postos de trabalho em maior intensidade do que a entrada de pessoas na população economicamente ativa. Foram 37 mil vagas a mais no período, enquanto a força de trabalho elevou-se em 9 mil pessoas. Com isso, os desempregados reduziram em 28 mil em 12 meses. Apesar da redução, o desemprego aumentou de janeiro para fevereiro de 2018. Isso porque, conforme a PED, a população economicamente ativa aumentou em 5 mil pessoas no período, e o número de postos de trabalho diminuiu em 3 mil.

Com isso, surgiram mais 8 mil desempregados — passaram de 286 mil para 294 mil.

Quantidade de ocupados manteve-se estável

A pesquisa considera estável a queda de 3 mil postos de trabalho. A indústria de transformação (-3 mil), o setor de construção (-5 mil) e o de serviços (-2 mil) perderam, juntos, 10 mil postos. Por isso, ainda há decréscimo, mas os valores ficaram estáveis porque setores como o de comércio ganharam mais 4 mil vagas.

O diretor de Estudos e Pesquisas Socioeconômicas, da Codeplan, Bruno de Oliveira Cruz durante a apresentação da PED. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília
Fonte:

Deixe um comentário