Ibaneis quer Prudente na presidência da CLDF

Embora afirme que não interferirá nas negociações para formação da próxima Mesa Diretora da Câmara Legislativa, o governador eleito Ibaneis Rocha (MDB) atua nos bastidores para eleger seu correligionário Rafael Prudente presidente da Casa.

Ibaneis tem avaliado as listas formadas nas cidades do DF de candidatos a administradores regionais. Ele pretende anunciar todos os nomes em bloco, juntamente com a decisão de desmembrar algumas administrações – como a de Ceilândia, criando uma para o Sol Nascente e outra para o Por do Sol – e fundindo outras.

Mas em muitos casos ele só baterá o martelo após negociar com os deputados distritais com mais influência em cada Região Administrativa. Em troca, pedirá apoio a Rafael Prudente na disputa com Cláudio Abrantes (PDT) pelo comando do Legislativo local.

Vice – Do grupo que apoia a candidatura de Prudente, desponta como possível vice-presidente o deputado Rodrigo Delmasso (PRB). Caso ele consiga se viabilizar, sentará numa cadeira menos poderosa do que a atualmente ocupada por Wellington Luiz (MDB).

Ato número 98 da Mesa Diretora, publicado no Diário Oficial, transfere para a Segunda Secretaria alguns poderes da vice-presidência. Entre eles, a parte de orçamento e execução. Uma espécie de “esvaziamento preventivo”, brincou um distrital, pedindo anonimato.

Abrantes – Dificilmente a eleição se dará com candidatura única. Cláudio Abrantes (PDT) tem assegurados os votos de seu correligionário Reginaldo Veras, dos petistas Chico Vigilante e Arlete Sampaio e do representante do PSol, Fábio Félix.

Mais antigo na Casa – primeiro critério de desempate em caso de igualdade na disputa – Abrantes conta com a experiência de seus aliados para atrair novas adesões. “Ele só precisa do próprio voto e de mais onze. Nós vamos para o embate”, desafia Vigilante. “O Cláudio tem muitas possibilidades de vencer essa disputa”, avalia Veras, que retirou o nome para apoiar o companheiro de partido.

Deixe um comentário