Ibaneis evita polêmica sobre manifestações

Governador Ibaneis Rocha. Foto: Agência Brasília

O governador Ibaneis Rocha tem comandado pessoalmente as ações do GDF para evitar a disseminação do novo Coronavírus. Desde a semana passada, quando assinou o primeiro decreto suspendendo as aulas nas redes pública e particular, ele coordena reuniões com equipes multidisciplinares, inclusive nos fins de semana.

Segundo assessores próximos, Ibaneis demonstra muita preocupação, especialmente, em preparar o sistema de saúde para atender a todos os infectados. E aposta que a informação e medidas preventivas, como evitar aglomerações e circulação desnecessária de pessoas são o mais recomendável no momento.

Na manhã desta segunda-feira (16), em contato com o Brasília Capital, o governador evitou polemizar com Jair Bolsonaro. Questionado se não teria sido irresponsabilidade a realização de manifestações como as ocorridas na véspera (15), Ibaneis foi direto: “Se o próprio Presidente da República chama o povo pra rua, não sou eu que vou me meter nessa confusão”, respondeu ao repórter.

O chefe do Executivo local reiterou que as medidas anunciadas serão mantidas, podendo, inclusive, serem ampliadas, caso necessário. Além da prorrogação da suspensão das aulas por mais 15 dias – adiantando as férias escolares de julho –, o GDF cortou o crédito no cartão que possibilita viagens gratuitas de estudantes pelo sistema de transporte público, reduziu o atendimento pessoal em empresas como a CEB e a Caesb e tem incentivado servidores públicos a trabalhar em casa – o teletrabalho.

Também estão, por 15 dias, atividades em academias de ginástica; o funcionamento de espaços culturais, como cinemas, teatros, bibliotecas, museus e shows, entre outros. O governo também recomenda cuidados especiais com a limpeza de veículos como ônibus e metrôs nos intervalos entre as viagens.

Nota – Em nota, a Caesb explicou como funcionará o atendimento ao público nas próximas semanas. As mudanças começam a valer nesta segunda-feira (16). O objetivo é evitar aglomerações nos escritórios externos da empresa. Pela internet e por telefone, o atendimento segue normal.

“O atendimento ao público nas Coordenadorias de Atendimento Comercial da Companhia de Saneamento Ambiental do DF será suspenso a partir de segunda-feira (16/3). Mas a mpresa reforça que os mesmos serviços oferecidos por esses escritórios regionais são ofertados em meios virtuais, como site, aplicativo e telefone. O objetivo é

evitar aglomerações nas unidades da Companhia, acompanhando os decretos publicados pelo GDF sobre o Coronavírus. A decisão vale por 15 dias e pode ser prorrogada ou cancelada a depender da situação e das medidas anunciadas pelo governo neste período”, publicou a Caesb.

Mais informações no site.
Aplicativo CAESB para IOS.
Aplicativo CAESB para Android.
Atendimento à imprensa: [email protected]

Em fase de testes, a Companhia realiza também atendimento via WhatsApp para as localidades de Ceilândia, Samambaia, Sobradinho, Planaltina e Taguatinga. O número é (61) 98480-5115. Os escritórios regionais da Caesb fechados a partir de hoje são os de Planaltina, Sobradinho, São Sebastião, Paranoá, Núcleo Bandeirante, Guará, Taguatinga, Ceilândia, Brazlândia, Samambaia, Recanto das Emas, Gama e Santa Maria.

Deixe um comentário