Hollande declara estado de emergência econômica na França

O objetivo é redefinir o modelo econômico do país contra o desemprego a partir de três eixos: formação, aprendizagem e subsídios para pequenas e médias empresas.
 

François_Hollande_-_meeting_PS_de_Besançon_(10-04-2012)_-_1

 

O jornal Le Figaro informou hoje, 18, que durante o encontro anual de Líderes de Negócios, o presidente francês François Hollande destacou o plano para revisão do atual modelo econômico. O plano estimado em 2.200 milhões de dólares  prevê a ampliação da oferta de formação para os desempregados, a revisão da duração dos cursos  e a promoção ao acesso ao mercado de trabalho. O plano também visa uma revisão para deixar mais claro o sistema de classificação dos trabalhadores.

O programa de treinamento propõe a capacitação e atualização de 500.000 candidatos a emprego e orientação para criação de empresas. Além das propostas que favorecem os trabalhadores, esse estado de emergência também inclui medidas que incentivem as empresas a contratar.

Hollande destacou em seu discurso a necessidade urgente de atualizar o modelo de negócios da França visando a dinâmica da atual economia mais globalizada e on line. O programa mantém a atual semana de 35 horas trabalhadas. Ele ainda frisou que não assumirá novos poderes nessa situação de emergência.

Deixe um comentário