Guia alimentar para crianças até dois anos

A Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar – International Baby Food Action Network (IBFAN, na sigla em inglês) –, com o apoio do governo brasileiro e de universidades públicas, realizou, nesta semana, no Rio de Janeiro, o 15º Encontro Nacional de Aleitamento Materno (XV ENAM) e o 5º Encontro Nacional de Alimentação Complementar Saudável (V ENACS).

O Encontro tratou da amamentação como um direito humano a ser protegido, enfatizando os direitos das mulheres e o das crianças à alimentação saudável e a proteção legal à maternidade, entre outros temas fundamentais.

Uma das ações que aconteceram foi o lançamento do Guia Alimentar para crianças brasileiras menores de dois anos. Esse documento já era esperado há mais de dois anos, quando o Ministério da Saúde deu início ao processo de atualização, discussão e escuta de especialistas da área.

A alimentação tem papel fundamental em todas as etapas da vida, especialmente nos primeiros anos, que são decisivos para o crescimento e desenvolvimento do ser humano. O documento é um marco para a alimentação e nutrição do Brasil.

Nas próximas edições falaremos sobre seus capítulos. O documento ainda não está disponível, mas em breve será disponibilizado no site do Ministério da Saúde.

Deixe um comentário