Gramado tira Seleção do Mané Garrincha

Estádio Mané Garrincha não tem condições de receber um jogo da Seleção Brasileira pelas eliminatórias da competição de 2022. Foto:Tony Winston/Agência Brasília

Estádio mais caro da Copa do Mundo de 2014 (custou R$ 1,5 bilhão), o Mané Garrincha não tem condições de receber um jogo da Seleção Brasileira pelas eliminatórias da competição de 2022. A partida prevista para acontecer no dia 13 de novembro, contra a seleção da Venezuela, foi transferida para o Morumbi, em São Paulo.

A decisão foi da CBF, após vistoria que reprovou o gramado da arena brasiliense. Antes, a entidade já havia alterado o local da estreia do Brasil nas eliminatórias. A Seleção enfrentaria a Bolívia na Arena Pernambuco, mas o jogo será na Neo Química Arena, estádio do Cortinthians, na sexta-feira (9).

Além das más condições do gramado do Mané Garrincha, outro motivo para a troca de local do jogo é a maior oferta de voos para São Paulo.

Deixe um comentário