GDF e BRB firmam apoio ao basquete de Brasília, Flamengo e seleção brasileira

BRB assina contratos de patrocínio com Universo e Flamengo. Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília/Divulgação
BRB assina contratos de patrocínio com Universo e Flamengo. Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília/Divulgação

O Banco de Brasília (BRB) assinou, nesta segunda-feira (22), dois contratos de patrocínio e um protocolo de intenções com a Confederação Brasileira de Basquete (CBB). O evento “Brasília capital do basquete” reforçou a ligação e as ações que a cidade e a marca têm com o esporte. Os contratos de patrocínio foram firmados com os times de basquete profissional Universo/Brasília e Clube de Regatas Flamengo. Dirigentes e atletas dos dois clubes e da confederação participaram da solenidade de assinatura.

Realizada no Palácio do Buriti, a cerimônia contou com a presença do governador Ibaneis Rocha; do presidente do BRB, Paulo Henrique Costa; do secretário de Esportes, Leandro Cruz; da secretária de Turismo, Vanessa Mendonça; e do presidente da Liga Nacional de Basquete (NBB), Kouros Monadjemi.

“Queremos fortalecer o basquete e o Flamengo aqui em Brasília. Essa iniciativa é para incentivar um esporte que já tem identidade com a cidade”, afirmou Ibaneis Rocha.

A parceria permitirá que tanto o Flamengo como a seleção brasileira realizem jogos como mandante no Distrito Federal. A expectativa é de que 30% dos jogos do clube e da seleção sejam em Brasília. Treinos e eventos de ambos, no DF, também foram acertados.

Ibaneis também falou sobre a integração dos atletas de base, dos alunos da rede pública e dos centros olímpicos até o profissional. Para o governador, é importante levar aos “centros olímpicos uma expectativa para as crianças de que elas podem vencer na vida e na carreira”.

Para o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, o projeto Brasília Capital do basquete é algo maior, um programa. “É diferente porque envolve uma série de itens. Desde Brasília ser sede de treinos da seleção brasileira; o patrocínio aos times (Flamengo e Universo/Brasília); envolvimento dos centros olímpicos e escolas públicas com o BRB; e o quarto pilar que é trazer eventos”, pontuou.

O secretário de Esportes, Leandro Cruz, disse que a data marca uma nova política de esporte para o DF, enquanto a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, destacou ser fundamental “levar o olhar da cidade para o nacional e o internacional. É o nosso nome que vai elevar para o Brasil as boas práticas”. Presidente da Liga Nacional de Basquete, Kouros Monadjemi reforçou em sua fala que Brasília é a capital do basquete. “Brasília consta em nossos livros como uma das fundadoras da Liga. Fico feliz que o time e o Flamengo detenham o maior número de títulos”.

Apoio

Há 10 anos o BRB apoia o basquete da cidade, por meio de patrocínio ao time do Universo/Brasília, que posteriormente veio a se chamar UniCeub/Brasília e, na temporada passada, retomou o primeiro nome.

O projeto “Brasília capital do basquete” tem como base o patrocínio ao time de Brasília que disputa o Novo Basquete Brasília, bem como o atual campeão, o Flamengo. Incentivar as seleções brasileiras da modalidade também é um dos objetivos.

Deixe um comentário