Galo leva vantagem sobre o Inter em duelo decisivo na Copa do Brasil

atletico-mg-bruno-cantini-atletico-mg
Jogadores do Galo têm duas chances de classificação à Libertadores da América. Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Quando entrarem em campo na noite desta quarta-feira, no Independência, às 21h45 (de Brasília), no duelo de volta das semifinais da Copa do Brasil, Atlético-MG e Internacional terão sonhos diferentes. O Galo na expectativa de passar de fase, aproveitando, inclusive, a vantagem da vitória, por 2 x 1, no confroto de ida entre as equipes. Já o Colorado tem o foco principal no Campeonato Brasileiro, onde vive momento de grande instabilidade e luta contra a queda para a Série B.

O técnico Marcelo Oliveira, da equipe mineira, pode fazer história se passar de fase, chegando à sua quinta final de Copa do Brasil. Este feito foi conquistado até hoje apenas por Luiz Felipe Scolari. O gaúcho, porém, demorou 20 anos para atingira a marca, enquanto o atleticano pode chegar em apenas seis – duas com o Coritiba, uma com Cruzeiro e uma com Palmeiras.

Para conseguir avançar de fase, o técnico Marcelo Oliveira vai a campo com o que tem de melhor. O único problema no time considerado titular é o atacante Fred, que já atuou na Copa do Brasil pelo Fluminense. Seu substituto será o argentino Lucas Pratto, que também vive boa fase com a camisa do Galo.

O volante Rafael Carioca, que ficou fora do último jogo por problemas particulares, retorna ao time e fica à disposição do treinador. O meia Maicosuel também está liberado pelo departamento médico.

Embora cheguem para a partida com vantagem de vencer o Inter fora de casa, os jogadores atleticanos ressaltam que é preciso ter atenção com o Colorado para não serem surpreendidos em Belo Horizonte.

“O resultado conquistado na semana passada torna o jogo ainda mais difícil, porque você não pode se acomodar. A gente sabe da força da equipe do Inter, mesmo não vivendo um bom momento. Conquistamos uma boa vantagem, mas não podemos nos acomodar”, destacou o goleiro Victor.

Com reservas – Pelo lado do Internacional, o foco em escapar do rebaixamento no Brasileirão deve fazer com que o técnico Celso Roth mande a campo uma equipe mista, com parte dos titulares no banco de reservas.

O comandante deu o último treino na manhã desta terça-feira, e esboçou a equipe que deve ir a campo contra o Galo. A tendência é que Roth poupe algumas peças do setor ofensivo, como Alex e Vitinho. Ambos, porém, estão entre os relacionados para o duelo, e podem entrar.

A defesa também deve contar com alguns atletas titulares em campo. O goleiro Danilo Fernandes e o zagueiro Ernando são cotados para jogar. O defensor, inclusive, garantiu que o Colorado pode surpreender o Atlético-MG. “Temos 90 minutos para fazermos os gols, surpreender o Galo e sair com a classificação”, declarou.

Com 38 pontos no Nacional, e ainda sob risco de queda à Série B, a Copa do Brasil é a única esperança dos gaúchos de conseguirem vaga na próxima Copa Libertadores. Com a derrota por 2 a 1, a equipe precisa vencer por dois gols de diferença, ou por um, com placar de 3 a 2 para cima (3 a 2, 4 a 3…), para conseguir vaga na decisão.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X INTERNACIONAL

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 2 de novembro de 2016, quarta-feira
Horário:  21h45 
Árbitro: Jailson Macedo de Freitas (BA)
Assistentes:  Alessandro Rocha Matos (BA) e Bruno Raphael Pires (BA)

ATLÉTICO-MG:  Victor, Carlos César, Erazo, Gabriel, Fábio Santos, Leandro Donizete, Júnior Urso, Robinho, Otero, Cazares, Lucas Pratto
Técnico: Marcelo Oliveira

INTERNACIONAL:  Danilo Fernandes; Ceará, Ernando, Alan e Artur; Rodrigo Dourado, Eduardo Henrique, William, Anderson e Valdivia; Aylon
Técnico: Celso Roth

d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Fonte:

Deixe um comentário