Os cuidados com a saúde nas férias

O fim do ano chegou e com ele vem os preparativos para as tão esperadas férias. Ficar em casa torna-se uma opção nada convidativa e a praia ou frio tornam se tornam atrativos mais intensos. Sendo assim, alguns cuidados oculares precisam ser levados em consideração.

Dra. Gláucia Lopes, oftalmologista geral do Visão Institutos Oftalmológico elenca algumas situações de perigo com os olhos que podem ser evitadas de formas simples.

Praia

Segundo a pesquisa Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem, do Ministério do Turismo –, nove em cada dez brasileiros viajarão pelo país. De acordo com o estudo, as regiões Nordeste (36,9%) e Sudeste (36,8%) serão as mais procuradas. Diante disto, Dra. Gláucia pede cautela nas visitas à praia. “Óculos escuros com proteção UVA e UVB são indispensáveis em qualquer situação. Além disso, se os olhos entrarem em contato com a areia da praia e protetor, a recomendação é não coçar de jeito nenhum. O correto é lavar com soro fisiológico ou água filtrada, e se persistirem os sintomas de irritação, procurar o oftalmologista imediatamente”, esclarece a especialista.

 

Piscina

De acordo com a médica, o local é mais propenso para a propagação de alergias. “A conjuntivite também pode ser facilmente contraída em ambientes assim, pois o risco de contaminação é bem alto. Recomendamos o uso de óculos de nadador, mas se não for possível, basta evitar abrir os olhos nos mergulhos, pois além de evitar alergias, evita o contato com o cloro que também pode causar incômodos”, alerta.

 

Frio

Destinos com temperaturas mais baixas também são ótimas opções para quem quer sair do cotidiano. Mas a especialista informa que locais frios podem ressecar os olhos. “Antes de viajar, vá ao oftalmologista e peça a indicação de um colírio lubrificante. Além disso, hotéis com mofos e carpete podem causar alergias oculares. Basta tomar cuidado”, avisa.

 

Lentes de contato

De acordo com ela, tanto o contato do objeto com a água salgada ou piscina pode virar um incômodo maior. “Elas podem se contaminar nos dois ambientes e o sal também é um agravante, pois impregna facilmente. Para quem viajar de avião por períodos acima de seis horas, é recomendado não usar lentes no percurso, pois podem ressecar diante da longa exposição ao ar condicionado”, instrui.

 

Para quem ficar em casa…

O cuidado maior é com a permanência em frente aos computadores e televisão por horas seguidas. “É o momento de colocar as séries em dia ou, no caso dos mais jovens, aproveitar a situação para jogar videogame o dia inteiro. Sendo assim, é bom fazer pequenas pausas de 15 minutos a cada duas horas para proporcionar um pouco de descanso aos olhos”, finaliza.

Fonte:

Deixe um comentário