Fantoche assusta a Fibra

A possibilidade de ocorrer um desdobramento da Operação Fantoche, que na terça-feira (19) levou à prisão o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, e outras dez pessoas, tem causado calafrios em líderes empresarias da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra).

O Brasília Capital teve acesso ao relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) que embasou as investigações da Polícia Federal e do Ministério Público. Nas páginas 13 e 14, o documento demonstra que a empresa Aliança Comunicação, citada em irregularidades nos estados de Pernambuco, Alagoas e Paraíba, também teve forte atuação junto ao Serviço Social da Indústria (Sesi) do Distrito Federal e à Fibra. Desde 2017, o Brasília Capital publicou cerca de dez reportagens sobre a “caixa preta” do Sistema S, do qual fazem parte a Fibra e o Sesi. Estão todas disponíveis no site www.bsbcapital.com.br.

Deixe um comentário