Eliana Pedrosa dá bola fora em Taguatinga

Em busca de votos, a candidata Eliana Pedrosa, do PROS, percorreu as ruas de Taguatinga na terça-feira (4) e se comprometeu a acabar com o sistema binário no trânsito da cidade, caso se eleja governadora. O compromisso da ex-distrital, em se concretizando, representará um atraso na qualidade de vida da população local.

O sistema binário foi implementada em Taguatinga em junho de 2016. Nesses dois anos e meio, nenhum acidente fatal foi registrado nas duas principais avenidas da cidade – a Samdu e a Comercial. A mudança ocorreu após estudos da Engenharia de Trânsito do Detran, que aponta os benefícios para a mobilidade e a segurança no trânsito para os veículos e para os pedestres.

As mudanças implementadas em 2016 foram coordenadas pela SEGETH, porque o sistema viário não suportava quatro faixas de rolamento. Antes da adoção da medida foram feitas amplas discussões em audiências públicas com a comunidade, concluindo um ciclo de debates que se arrastava desde 1998.

Pedestres – Quando as vias estavam em sentido duplo quem mais sofria eram os pedestres, que tinham dificuldades na travessia. As pessoas paravam sobre a faixa central que dividia as pistas e muitas vezes acabavam atropeladas pelos veículos. Várias perderam a vida assim ao longo dos anos. Além disso, era comum os condutores cometerem infrações, como retornar sobre a faixa contínua, entrar na contramão nos cruzamentos com as vias auxiliares, entre outras manobras proibidas.

Desde a efetivação do sentido único não houve atropelamentos fatais na Samdu e na Comercial. A administradora regional, Karolyne Guimarães, reforça que o acesso ao comércio não sofreu alterações em relação a quando as duas avenidas tinham sentido duplo. “Não se pode atrelar qualquer interferência nas lojas pela mudança de fluxo no trânsito. Não existe qualquer empecilho de acesso ao comércio local”, diz ela.

Após a adoção do sistema binário, outros ajustes vêm sendo avaliados, principalmente nas vias de ligação. “A cidade é dinâmica. As melhorias estão em permanente estudo com os órgãos de trânsito. Está em andamento, por exemplo, a implantação da mão única na Praça do DI, pontua Karolyne.

Fonte:

One Response

  1. Falácia. Como não tem proposta, sai falando o que vem à cabeça.

Deixe um comentário