Dia Internacional do café – o Glorioso

O café chegou ao Brasil em 1727, quando o português Francisco de Mello Palheta trouxe as primeiras mudas para cá. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

No dia 14 de abril, foi comemorado o Dia Internacional do Café, e especialmente no nosso País, que é um grande produtor, consumidor e exportador de café, a data precisa ser lembrada e comemorada!

O café chegou ao Brasil em 1727, quando o português Francisco de Mello Palheta trouxe as primeiras mudas para cá. Nesse período de quarentena, em que parece que o trabalho em home office triplicou, o café tem feito parte da rotina de muitas pessoas.

Até os que não são apreciadores da bebida acabam se rendendo aos efeitos estimulantes do café. Alias, essa é uma das suas principais propriedades, e por isso é muito usado para aumentar nosso estado de alerta nos estudos, no trabalho e na prática de esportes e exercícios.

Além disso, ele favorece a mobilização de gordura corporal, pela presença da cafeína. Os ácidos clorogênicos, outra substância presente no café, são importantes para nossa saúde, pois têm efeitos antioxidante em nosso organismo.

Claro que, para termos todos os benefícios do café, o ideal é que seu consumo seja puro, sem adição de açúcar ou adoçante. Como diz Jefferson Bittencourt, um conhecido nutricionista de Brasília, o “Glorioso” merece homenagem!

Deixe um comentário