Dia do líder comunitário vira homenagem a Roriz

Izalci e a esposa entregam flores a dona Weslina Roriz. observados pelas deputadas Paula Belmonte e Flávia Arruda.
Foto: Orlando Pontes/BSB Capital

A sessão solene convocada pelo senador Izalci Lucas (PSDB) e pelas deputadas Flávia Arruda (PR) e Paula Belmonte (PPS) para comemorar o Dia do Líder Comunitário virou um ato em homenagem ao ex-governador Joaquim Roriz, falecido em setembro do ano passado.

Na tarde de sexta-feira (3), o plenário Ulysses Guimarães, da Câmara dos Deputados, ficou pequeno para os mais de mil homenageados de todas as cidades do DF e algumas do Entorno. A segurança da Casa estimou em pelo menos mil o número de pessoas presentes.

O plenário Ulysses Guimarães ficou pequeno para as mais de mil pessoas presentes à sessão em homenagem aos líderes comunitários.
Foto: Orlando Pontes/BSB Capital

Mas as atenções estavam voltadas para a viúva de Joaquim Roriz. Ela foi ovacionada quando teve o nome citado por Izalci. O senador convidou sua esposa, Ivone, para entregar flores a dona Weslian, que foi cumprimentada pelos demais integrantes da mesa.

Nos discursos de Izalci e de Flávia Arruda, porém, ficou evidente a disputa que os dois travam pelo espólio de Roriz. A deputada sequer citou o nome do próprio marido, José Roberto Arruda, também ex-titular do Palácio do Buriti.

Já a deputada Paula Belmonte aproveitou a oportunidade para, além de saudar as lideranças comunitárias, lembrar do fato mais importante do dia: a liminar do ministro Marco Aurélio Mello derrubando a decisão do TCU de obrigar o DF a devolver R$ 10 bilhões à União.

“Isto vai evitar que os investimentos do governo sejam interrompidos, o que certamente contribuiria para o aumento do desemprego na capital da República”, ressaltou a parlamentar do PPS.

As homenagens se estenderam aos veículos de comunicação comunitária. Entre eles, o Brasília Capital, por sua penetração em Taguatinga, Águas Claras e Vicente Pires. O diploma foi entregue pelo senador Izalci Lucas ao jornalista Orlando Pontes.

Deixe um comentário