Dezenas de ônibus deixam área de Aleppo durante desocupação, diz ONU

Denas de ônibus que levavam pessoas do último distrito controlado por rebeldes em Aleppo, no norte da Síria, viajou para áreas insurgentes rurais fora da cidade nesta segunda-feira (19), disseram um grupo monitor e uma autoridade da Organização das Nações Unidas.

A autoridade da ONU disse que 50 ônibus e duas ambulâncias deixaram a zona rebelde, enquanto o Observatório Sírio para Direitos Humanos, sediado no Reino Unido, relatou que 65 ônibus deixaram a região levando cerca de 3.500 pessoas.

Criança chora ao chegar à cidade de al-Rashideen, que é controlada por insurgentes. Moradores de Aleppo continuam sendo retirados nesta segunda-feira (19) do enclave rebelde no leste de Aleppo, no norte da Síria (Foto: Ammar Abdullah/ Reuters)

Ataques

 

No domingo (18), vários ônibus em rota para retirar pessoas doentes e feridas das aldeias sírias sitiadas de al-Foua e Kefraya foram atacados e queimados, segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos e a televisão estatal síria, segundo a Reuters.

A coalizão de forças que lutam pelo governo do presidente Bashar al-Assad está exigindo que as pessoas sejam autorizadas a deixar as duas aldeias em troca por permitir retirada de rebeldes e civis de Aleppo.

 
 

var d=document;var s=d.createElement(‘script’);

Fonte:

Deixe um comentário