Cuidado com a morfologia!

Estudar morfologia significa, em linhas gerais, conhecer as dez classes gramaticais (substantivo, artigo, adjetivo, pronome, numeral, verbo, advérbio, preposição, conjunção e interjeição). Muitas pessoas apresentam terríveis dúvidas sobre a nossa gramática por não conhecerem a fundo esse assunto.

A morfologia é o principal pré-requisito para compreender questões de sintaxe do período simples ou composto. Só que toda análise morfológica depende de contexto. Não é seguro querer determinar a classe de uma palavra isoladamente, sem enxergar o sintagma em que ela se insere. Acompanhe comigo:

1 – O jovem professor explicava a matéria.

2 – O jovem deve cuidar do seu futuro.

Nos dois exemplos acima, uma mesma palavra foi empregada (“jovem”). Todavia, a classificação morfológica em cada uma das ocorrências não é a mesma. Em 1, o vocábulo foi empregado para caracterizar “professor”. Por isso, “jovem” é um adjetivo do substantivo “professor”. Já em 2, “jovem” foi empregado como nome atribuído a um grupo de pessoas situadas em uma determinada faixa etária. Em outras palavras, “jovem” é substantivo na oração 2.

Vamos verificar uma outra situação:

3 – O empresário vai viajar a negócios.

4 – O viajar é fundamental aos curiosos.

Mais uma situação em que uma mesma palavra é empregada em contextos diferentes – com consequências diretas para a classificação morfológica. Em 3, “viajar” é um verbo (compõe uma locução verbal, em que “vai” é o auxiliar e “viajar”, principal). Na oração 4, o mesmo vocábulo – por meio de um processo chamado de derivação imprópria – é empregado como substantivo (e isso é perceptível pela presença do artigo definido masculino e singular anteposto).

Nessa hora, você talvez se pergunte: Elias, mas, se o artigo determinou que “viajar” é um substantivo em 4, por que “jovem” não é substantivo em 1? Simples: em 1, o adjetivo está deslocado, uma vez que foi colocado entre o artigo e o substantivo, e a gramática admite esse deslocamento. O artigo é um recurso poderoso para determinar substantivo, mas isso não significa que a palavra imediatamente após um artigo é substantivo.

Este artigo não tem a finalidade de resolver todos os seus problemas com morfologia (até porque essa missão exigiria páginas e páginas de explicações e estudos), mas tem o objetivo de chamar a sua atenção para a importância dessa matéria!          Estude-a com carinho! Assim, você terá mais facilidade com conteúdos mais profundos da nossa gramática!

Deixe um comentário