CNBB apoia luta contra a reforma da Previdência

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou nota pública na qual apoia a luta contra a reforma da Previdência proposta pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL), seguindo o pensamento da CUT e demais centrais sindicais. O apoio foi dado ao presidente da CUT Nacional, Vagner Freitas, por dom Leonardo Steiner, secretário-geral da CNBB, durante encontro em Brasília. No documento, a entidade ratifica que a reforma sacrifica a todos, mas principalmente os mais pobres, as mulheres e os trabalhadores rurais.

“Há um consenso, um entendimento, entre a CUT, demais centrais e CNBB sobre os efeitos devastadores da reforma da Previdência para a classe trabalhadora brasileira, principalmente os mais pobres”, explica o presidente nacional da CUT. Segundo Vagner Freitas, dom Leonardo Steiner também considera que o objetivo da reforma, que ele chamou de “desmonte”, é a capitalização e a desconstitucionalização da Previdência e Seguridade Social.

“Comungamos [centrais e CNBB] do mesmo pensamento de que a reforma proposta por Bolsonaro quer usar a Previdência Social para beneficiar o setor financeiro por meio do sistema de capitalização, que já se mostrou devastador em países como o Chile, e também de que o trabalhador mais pobre será o mais atingido se essa reforma for aprovada”.

Deixe um comentário