Cidades Limpas fica em Brazlândia até o dia 17

Nesta edição, a força-tarefa concentra esforços em recuperação de vias rurais, ações de tapa-buracos, recolhimento de entulho e de lixo verde e desobstrução de bocas de lobo. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

Na manhã desta segunda-feira (6), teve início a segunda operação do Cidades Limpas em Brazlândia — a nona de todo o programa. Nesta edição, a força-tarefa fica na região até 17 de março e concentra esforços em recuperação de vias rurais, ações de tapa-buracos, recolhimento de entulho e de lixo verde e desobstrução de bocas de lobo.

De acordo com o secretário das Cidades, Marcos Dantas, o programa trouxe nova dinâmica para o Distrito Federal. “O Cidades Limpas traz uma cultura nova, da zeladoria, de manter o DF limpo. Retiramos lixo, mato e materiais inservíveis que podem ajudar na proliferação de doenças como dengue”, disse. “Além disso, a Vigilância em Saúde e o Corpo de Bombeiros vão de casa em casa conscientizar as pessoas.”

Duzentos e quarenta e cinco trabalhadores, entre servidores e funcionários de empresas com as quais o governo de Brasília mantém contratos, participam da limpeza. A Secretaria das Cidades coordena a operação, que também tem participação do Corpo de Bombeiros, da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), da Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb), do Departamento de Trânsito (Detran), do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), da Polícia Militar, do Serviço de Limpeza Urbano (SLU), da Companhia de Desenvolvimento Habitacional (Codhab) e da Subsecretaria de Vigilância em Saúde.

O programa já esteve em Brazlândia neste ano, de 16 a 20 de janeiro. Os trabalhos, no entanto, foram prejudicados pelas chuvas. Agora, o governo volta a concentrar esforços na região. Os locais a serem beneficiados são Setor Veredas, Incra 8, Setor Tradicional, Vila São José, Setor Sul e Setor Norte.

O programa também já passou por Ceilândia, pela Estrutural, pelo Gama, pelo Itapoã, pelo Paranoá, por Planaltina e por São Sebastião.}

Fonte:

Deixe um comentário