Caminhões fecham rodovias em 14 Estados

protesto_-caminhoneiros_brasilia_09112015_004

Após nove meses, caminhoneiros voltaram a fechar rodovias em protesto contra o governo. Se em fevereiro e março, eles faziam reivindicações pontuais, como redução de impostos e fixação de preço mínimo para os fretes, desta vez eles pedem a renúncia da presidente Dilma Rousseff.

O movimento havia bloqueado cerca de 50 pontos de estradas em 14 Estados. A maior concentração era na região Sul, onde um caminhoneiro foi preso em Itajaí (SC), por não cumprir ordem de liberar a rodovia estadual SC-486, sendo liberado à tarde.

Os protestos também prejudicaram a capital paulista, onde um bloqueio na rodovia Ayrton Senna repercutiu na Marginal Tietê.

O ministro da Comunicação Social, Edinho Silva, acusou os caminhoneiros de quererem “desgastar o governo politicamente”.

Sindicatos de caminhoneiros ligados à CUT e ao PT também criticaram os bloqueios.

Já Fábio Luís Roque, líder do movimento, disse que os sindicatos não os representam e que não negocia com o governo “podre”.


Leia mais:


Lama de Minas Gerais chega ao Espírito Santo e falta d’água deve durar até 3 dias


Barragem de mineradora se rompe e inunda distrito no interior de Minas


China acaba com política do filho único após mais de 30 anos


 

Fonte: ,

Deixe um comentário