Caesb identifica irregularidades na rede de esgoto da Vila Planalto

A Caesb fez testes de fumaça nesta quarta-feira (25) na Vila Planalto. Foto: Andre Borges/Agência Brasília

Com o objetivo de prevenir sobrecarga na rede, equipes da Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb) promoveram, nesta quarta-feira (25), testes de fumaça no sistema de esgoto das Ruas 1, 2 e 3 da Vila Planalto. Foram inspecionados 1.425 metros da malha coletora e visitados 130 imóveis para detectar irregularidades.


A ideia é que a água da chuva não caia na rede de esgoto. “Ela deve ir para a rua ou para as galerias de águas pluviais”, alerta o supervisor de Fiscalização e Orientação Hidrossanitária da Caesb, Flávio Cury. “Muitas vezes, os moradores adaptam calhas ou ralos que acabam levando água da chuva e sobrecarregam a rede de esgoto.”

O teste funciona da seguinte forma: duas máquinas insufladoras jogam a fumaça em pontos específicos da rede de esgoto. Se ela sair de lugares não relacionados ao sistema, a irregularidade é constatada.

Os moradores são notificados quando a água da chuva é desviada para a rede de esgoto e têm 60 dias para regularizarem a situação. Passado esse prazo, os técnicos voltarão às residências. Em caso de permanência do problema, serão aplicadas multas entre R$ 800 e R$ 100 mil, conforme a gravidade.

Em 2016, foram inspecionados 3,1 mil metros de rede, e visitados 322 imóveis. Na sexta-feira (27), equipes da Caesb farão o teste da fumaça em Ceilândia.

d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Fonte:

Deixe um comentário