Batcaverna começa a ser demolida na Ceilândia

Prédio ocupa uma área de 3,6 mil metros quadrados e tem aproximadamente 15 metros de altura. Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

Após mais de 25 anos de espera, Maria do Socorro de Sousa, de 62 anos, finalmente vai “dormir tranquila”, como ela própria disse. A aposentada mora a pouco menos de 30 metros da Batcaverna, uma estrutura de cinco pavimentos abandonada na Entrequadra EQNN 18/20, em Ceilândia. A construção ocupa uma área de 3,6 mil metros quadrados e tem aproximadamente 15 metros de altura.

Na manhã desta quinta-feira (4), a edificação começou a ser retirada. Uma força-tarefa do governo de Brasília iniciou a demolição do esqueleto, construído muito próximo a várias casas e edifícios comerciais.

A ação foi acompanhada pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg. “Além de ser uma reivindicação antiga dos moradores, há uma recomendação do Ministério Público do DF e Territórios de que esse prédio seja derrubado por desobedecer aos padrões urbanísticos”, explicou o chefe do Executivo local.

A segurança é a maior preocupação da Maria do Socorro. “Aqui já ocorreram assaltos, estupros, tráfico de drogas e vários outros crimes”, contou a moradora, que vive no local desde a década de 1980. “Eu mesma já ajudei muitas pessoas que estavam indo cedo para o trabalho e foram roubadas por ladrões escondidos nesse lugar”, complementa.

Rollemberg confirmou que há diversos relatos da população sobre ocorrências criminais na área. “A partir de agora, certamente teremos uma melhoria da segurança nessa região”, destacou.

O diretor-geral da Polícia Civil, Erick Sebba, citou que, além de roubos e tráfico de drogas, a 23ª Delegacia de Polícia de Ceilândia investiga uma suspeita de estupro no local.d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Fonte:

Deixe um comentário