Assim você não conseguirá

Se você vai a uma igreja, centro espírita ou faz promessa para conseguir algo, mas, no seu dia a dia, sempre que pode, você procura tirar vantagens prejudicando seu semelhante, você não vai conseguir o que busca.

Não perca seu tempo. Vivemos sob o comando de leis. Ninguém é anônimo neste planeta. Jesus dizia que até os cabelos de nossas cabeças estão contados. Portanto, saia da ilusão do fácil. Você não pode beneficiar-se prejudicando seu próximo.

As Leis de Progresso e de Solidariedade andam juntas. Como você pode querer beneficiar-se infrigindo a segunda lei? Se forçar a barra e conseguir, quando a Lei de Retorno se fizer valer, voltará em pacote, e você terá que fazer muito esforço para suportar a cobrança.

O que você quiser receber, faça-o ao seu semelhante, ensinou Jesus. Faça o bem para entrar na Lei do Mérito e receber, porém, não basta fazer o bem. É preciso fazê-lo com o coração para transformar e elevar sua energia, mudando seu magnetismo, para melhor, e mudando sua vida.

Entretanto, ao mudar de atitude, não espere milagres e nem respostas instantâneas. Você entrou numa nova fase de plantação e haverá o tempo da colheita.

Estamos vivenciando uma era de impaciência e de encantamento com o ganho nocivo, fácil e rápido. Os pais relaxaram na preparação moral dos filhos e acham que apenas o conhecimento intelectual para ter uma profissão é suficiente.

Não basta uma profissão. É preciso a consciência de profissional, de cidadão, de pátria. O Mestre André Luis ensina que “o dever bem cumprido durante o dia é excelente travesseiro para a noite”.

Acorde enquanto é tempo, e confie nos ensinamentos dos grandes mestres que passaram na terra ensinando sobre uma vida com propósito. “De que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder sua alma? Insensato! Hoje mesmo pedirão a tua alma e o que fará com o que ajuntaste?”.

Caminhe com esforço, solidariedade e ética. “O errado é o errado mesmo que todos estejam fazendo. O certo é o certo mesmo que ninguém esteja fazendo”.

Deixe um comentário