Academia Taguatinguense de Letras é roubada

Ladrões arrombam e levam computador e aparelho de ar condicionado da sede da Academia Taguatinguense de Letras. Foto: Divulgação

A sede da Academia Taguatinguense de Letras (ATL) foi arrombada e alguns equipamentos roubados, entre eles um computador e o aparelho de ar condicionado. A ocorrência foi registrada na 12ª DP no dia 10 deste mês, mas até agora os bandidos não foram localizados.

Os ladrões tentaram entrar em outros espaços do Centro Cultural, onde funcionam também o Teatro da Praça, a Biblioteca Machado de Assis e a Biblioteca Braille. Mas só a sede da ATL foi arrombada, após a grade de proteção do ar condicionado ser quebrada.

O presidente da ATL, escritor Gustavo Dourado, informou o quanto o espaço ficou danificado. Foto: Reprodução

O presidente da ATL, escritor Gustavo Dourado, informa que o espaço ficou danificado, com um buraco na parede, vidros estilhaçados, aparelho telefônico avariado, armários com portas quebradas e documentos rasgados.

“Tudo indica que a ação tenha sido bem planejada e coordenada, uma vez que os vigilantes do Teatro da Praça e da Biblioteca Machado de Assis nada perceberam”, afirma Dourado.

Ele aponta o quadro de miséria e degradação em torno do espaço cultural, com usuários de drogas e moradores de rua vivendo ao relento, embaixo de lonas improvisadas. “Ao redor do Centro Cultural, são visíveis as marcas de depredação, com grades e telas de proteção cortadas”.

Dourado lembra que a Academia é tombada pelo como Patrimônio Cultural, Material e Imaterial do Distrito Federal. No local funcionam duas bibliotecas com mais de 7 mil livros, em sua grande maioria de escritores do DF.

“Os ladrões não levaram um livro sequer. Eles só queriam mesmo os equipamentos da entidade”, diz ele, ao ressaltar que “os órgãos de cultura estão abandonados e não contam com o apoio das autoridades”.

Segundo o presidente da ATL, “é preciso haver mais valorização da cultura, dos espaços culturais, que funcionam, em sua grande maioria, precariamente, como é o caso da ATL, instituição que há mais de 34 anos leva cultura, saber e literatura para escolas e para a comunidade”.

Deixe um comentário