A Ciência da Nutrição na prevenção ao Coronavírus

Obviamente que todos, no Brasil e no mundo, estamos preocupados com o avanço do novo Coronavírus, o Covit-19. Por se tratar de um vírus, é fundamental que os cuidados para se evitar sua transmissão sejam levados a sério.

Assim, é importante lavar as mãos com água e sabão frequentemente, em especial após tossir, espirrar, ir ao banheiro ou mexer com animais; manter distância de pessoas que apresentem sintomas como tosse, coriza e febre; sempre cobrir a boca e o nariz ao espirrar (de preferência com lenço descartável); utilizar lenços descartáveis para higiene de secreções; evitar uso compartilhado de objetos de uso pessoal.

Mas vocês devem ter ouvido nos noticiários que algumas pessoas, mesmo infectadas, são assintomáticas. Estas, naturalmente, correm menos riscos. Já os idosos, especialmente se já tiverem alguma comorbidade (outras doenças associadas), especialmente nas vias respiratórias, representam hoje o maior grupo de risco.

O sistema imunológico tem total relação, portanto, com o risco aumentado ou reduzido, caso você seja infectado. Fortalecer nosso sistema imune será muito importante, pois sabemos que em poucos meses, praticamente todos teremos tido contato com esse vírus.

Para isso, incluir na alimentação especiarias como alho, cebola, coentro, gengibre e cúrcuma, além de própolis, vitamina D e ômega 3 diariamente, e consumir frutas e vegetais fontes de vitamina C ajudará bastante a todos nessa batalha.

Sugestão importante: procure um nutricionista para te ajudar nessa missão!

Deixe um comentário