Deu zika! Favoritas, americanas são eliminadas pela Suécia

hope solo-reprodução-internet
Hope Solo ironizou o Brasil em rede social por causa do vírus da zika e a torcida brasileira não perdoou. Foto: Reprodução/internet

A seleção norte-americana, da goleira Hope Solo, entrou em campo no Mané Garrincha como favorita à vaga nas semifinais do futebol feminino do Rio 2016. Atuais medalhistas de ouro, as jogadoras dos EUA só não contavam com a forte resistência da Suécia que, após empate no tempo regulamentar, por 1 x 1, e na prorrogação, acabou vencendo nos pênaltis, por 4 x 3, para avançar à próxima fase.

Cautelosa na marcação, a seleção europeia conseguiu conter o ímpeto das americanas, encaixou um bom contra-ataque e abriu o placar com Blackstenius. Mas, mesmo contando com o apoio da torcida, as suecas sofreram o empate após a bola desviar em Samuelsson e sobrar para Morgan concluir de primeira.

Com o 1 x 1 no tempo regulamentar, a partida foi  para a prorrogação, onde a igualdade se manteve. Assim, a vaga foi decidida nos pênaltis. Desperdiçando duas batidas, os EUA ainda tentaram desestabilizar Dahlkvist, responsável pela última batida da Suécia. Hope Solo retardou a cobrança adversária alegando problemas com a luva, porém, mesmo assim acabou sofrendo o gol que garantiu a classificação para a Suécia.

A derrota americana foi bastante comemorada por dois motivos. Primeiro, tirou do páreo o time que era o maior candidato ao ouro, ainda inédito para o Brasil que enfrenta a Austrália hoje, às 22h, no Mineirão. Segundo porque a goleira dos EUA se tornou alvo dos brasileiros durante a Olimpíada desde que ironizou a epidemia de zika no País, em postagens nas redes sociais.

Fonte:

Deixe uma resposta