PT era o Flamengo e PSDB o Corinthians. Veja qual partido do seu time nas planilhas da Odebrecht

O setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, ou simplesmente Departamento da Propina, além de apelidar políticos com nomes curiosos para maquiar as negociações investigadas pela Operação Lava Jato, também dava nomes aos partidos. Curiosamente, os executivos da empresa utilizavam nomes de times de futebol para nomear as siglas e driblar a Justiça.

O Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), por exemplo, eram Flamengo e Corinthians, respectivamente. O partido do presidente da República, Michel Temer (PMDB), era o Internacional. O Botafogo poderia ter dois significados distintos nas planilhas da constrututora:  poderia significar o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), e o partido Partido Social Democrático (PSD).

Na mesma lógica, as posições dos políticos “em campo” foram definidas pelo cargo público. Presidente era o centroavante. Enquanto governador e senador eram meia e ponta.

 

Veja a lista completa:

PT – Flamengo

PSDB – Corinthians

PMDB – Internacional

DEM – Fluminense

PR – São Paulo

PSB – Sport

PP – Cruzeiro

PTB – Vasco

PPS – Palmeiras

PSol – Atlético Mineiro

PCdoB – Bahia

PSC – Náutico

PSD –  Botafogo

PRB – Santos

PDT – Grêmio

Pros – Santa Cruz

PV – Coritiba

Rede – Remo

Sem partido – ABC

 

Centroavante – Presidente

Meia – Governador

Volante – Deputado Federal

Ponta – Senador

Zagueiro – Deputado Estadual

Goleiro – Base

Fonte:

Deixe um comentário