Votação sobre recursos do Iprev para pagar servidores fica para quinta-feira

cldf
A proposta chegou a ser discutida durante a sessão ordinária desta quarta-feira. Foto: Carlos Gandra/CLDF

A votação do Projeto de Lei n° 1.370/2016, do Executivo, que autoriza a reversão de parte (75%) do superávit técnico do Fundo Previdenciário do Distrito Federal (Iprev) para que o GDF pague em dia os salários dos servidores públicos e honre outros compromissos financeiros acontecerá na próxima quinta-feira (1º), em sessão extraordinária convocada para as 9h. A proposta chegou a ser discutida durante a sessão ordinária desta quarta-feira (29), mas a votação foi adiada para que o governo encaminhe um novo texto transformando a proposição em projeto de lei complementar.

Vários distritais também pediram mais tempo para analisar o conteúdo da proposta e defenderam o adiamento, entre eles os deputados Wasny de Roure (PT), Raimundo Ribeiro (PPS) e Wellington Luiz (PMDB). O presidente da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (Ceof), Agaciel Maia (PR), queria a votação da proposta nesta quarta, mas acabou cedendo. O projeto original foi aprovado nesta terça-feira pela manhã pela Ceof.

Pesquisa – O deputado Cláudio Abrantes (Rede) demonstrou sua preocupação com pesquisa publicada no último fim de semana sobre a credibilidade de várias instituições no DF. O parlamentar disse que ficou contente com a boa posição da Polícia Civil, da qual é oriundo, mas muito preocupado com a avaliação da Câmara Legislativa. De acordo com o distrital, a pesquisa coloca como as instituições de maior credibilidade no DF o Sebrae, a Polícia Federal e a Polícia Civil.

A Câmara Legislativa aparece na penúltima posição, com 13% de aprovação, à frente apenas do GDF, que só obteve 9%. Na avaliação do distrital, o resultado indica que o Legislativo precisa rever seu relacionamento com a população. Para ele, é necessário que a Câmara seja mais transparente sobre suas atividades.