Violência doméstica gera prejuízo de R$ 1 bi ao País

Pesquisa sobre Condições Socioeconômicas e Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, feita pela Universidade Federal do Ceará (UFC) em parceria com o Instituto Maria da Penha dá conta de que mulheres vítimas de violência doméstica faltam em média 18 dias de trabalho por ano, o que gera uma perda anual de cerca de R$ 1 bilhão ao País.

A pesquisa identificou também que essas mulheres apresentam problemas de concentração e estresse relacionados ao trabalho. A pesquisa está na terceira fase, que vai entrevistar mulheres de diferentes capitais, como São Paulo, Porto Alegre, Goiânia, Belém, Fortaleza, Salvador e Recife.

O estudo acompanhou 10 mil mulheres durante 2 anos, entre 2016 e 2018, nas nove capitais do Nordeste. A partir das informações coletadas na região, o pesquisador fez uma projeção do prejuízo da violência contra a mulher para todo o País ao ano em reais. O coordenador da pesquisa, José Raimundo Carvalho, professor do Programa de Pós-Graduação em Economia da UFC, explica que a perda de dias de trabalho pela violência é apenas um de uma série de impactos na atividade de trabalho das mulheres.

Deixe um comentário