Vídeo: Homem critica Lewandowski e é preso

A Polícia Federal prendeu um passageiro que criticou o Supremo Tribunal Federal (STF), na terça-feira (4), ao encontrar o ministro Ricardo Lewandowski em um voo entre São Paulo e Brasília.

O advogado Cristiano Caiado de Acioli, 39 anos, que estava na primeira fileira, perto de Lewandowski, chama o magistrado, que estava mexendo no celular, pelo nome: “ministro Lewandowski, o Supremo é uma vergonha, viu? Eu tenho vergonha de ser brasileiro quando vejo vocês”. O ministro se incomodou e questionou ao advogado: “Você quer ser preso?”. O desentendimento foi filmado. De acordo com informações da Polícia Federal, o homem foi levado para a Superintendência Regional da corporação no Distrito Federal, após a aeronave pousar na capital.

Na superintendência da coorporação, Cristiano Caiado foi ouvido e liberado. O advogado é filho da subprocuradora-geral da República aposentada Helenita Amélia Gonçalves Caiado de Acioli. Até o momento o STF não comentou o fato.

“Eu tenho convicção de que não faltei ao respeito ao ministro, ele me desrespeitou devido ao cargo que ocupa. Não poderia, como guardião da Constituição, reprimir o direito constitucional de um cidadão”, afirmou Cristiano após ser liberado pela PF.

Veja o vídeo:

Fonte:

One Response

  1. Acho que o advogado falou pouco, porque o supremo é bem pior que uma vergonha!

Deixe um comentário