Veja as reações de políticos sobre o caso Queiroz

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou suspender provisoriamente o procedimento investigatório instaurado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas “atípicas” pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

O pedido foi feito pelo ex-chefe de Fabricio, o senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), filho e correligionário do presidente Jair Bolsonaro. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhões durante um ano, sem que houvesse esclarecimentos.

O assunto é o mais comentado no Twitter, desde a decisão de Fux. Veja a reação de políticos na rede social:

Janaína Paschoal, deputada estadual pelo PSL-SP
Deputado federal eleito por São Paulo, Kim Kataguiri retweetou fala do vereador de São Paulo Fernando Holiday “quem não deve, não teme”
Guilherme Boulos (PSol) disputou a presidência com Jair Bolsonaro.
A senadora Gleise Hoffmann (PT)
Marina Silva (Rede) disputou a presidência com Jair Bolsonaro
Deputado federal pelo PT/RS, Paulo Pimenta afirma que há “dois pesos e duas medidas em alguns setores do Judiciário”

Deixe um comentário